Adequação e adaptação da casa do idoso

Adequação e adaptação da casa do idosoAdequação e adaptação ergonômica da casa, e adaptação de alguns utensílios para ajudar o idoso a se tornar mais independente nas suas tarefas do dia a dia e também algumas situações para facilitar a atuação do cuidador

Para obter maiores detalhes sobre adequação ambiental procure informações sobre a associação brasileira de normas técnicas ou procure um terapeuta ocupacional

Podemos aproveitar algumas atividades da rotina doméstica ou do seu interesse pessoal para estimular a sensibilidade, a coordenação motora e visual, o equilíbrio entre outros. É ideal que os cômodos sejam claros, limpos e agradáveis com iluminação e ventilação adequada e sem barulho.

 

A escolha do quarto do idoso deve ser feita pensando na sua segurança, bem estar e também no acesso para facilitar que ele se movimente dentro ou saia de casa sem dificuldades, livre de obstáculos e de objetos desnecessários como tapetes e objetos soltos.

Os móveis também devem ser posicionados de modo que o lado que o idoso menos movimenta fique sempre mais próximo do lado onde ele receberá mais estímulos.

Também é importante evitar escadas e colocar rampas de acesso de inclinação suave, bem como aumentar a largura das portas para acesso de cadeiras de rodas, andador ou outros equipamentos, se for necessário, deve ser providenciado a cama hospitalar que além de ser mais segura facilita na prestação dos cuidados.

Caso o idoso não tenha cama hospitalar o posicionamento pode ser feito com cobertores ou travesseiros, também é importante a colocação de calendários, relógios de parede e outros objetos que auxiliam na localização espacial além de estimular a participação do idoso.

Mídia

Você está aqui: Página Principal