A roupa adequada para o idoso

Manter um vestuário simples e confortável, criando sempre que possível a oportunidade de escolha pelo próprio paciente é de fundamental importância; essa rotina permite a preservação da personalidade elevando a auto-estima e a independência.

Estimular a independência é fundamental.

  • As roupas devem ser simples, confeccionadas com tecidos próprios ao clima. O paciente pode ter perdido a capacidade de expressar sensações de frio ou calor, dessa forma, nunca esquecer de tirar ou colocar agasalhos, conforme a variação da temperatura.
  • Deve-se estimular o ato de vestir-se sozinho, dando instruções com palavras fáceis de serem entendidas.
  • Dê a ele a oportunidade de optar pelo tipo de vestuário e as cores que mais lhe agradem. Apenas supervisione, pois pode ser que haja necessidade de auxiliá-lo na combinação de cores.
  • Para que ele mesmo possa procurar suas roupas, nos armários, cole fotos de peças e ou objetos pessoais na parte externa da gaveta ou guarda-roupas. Isto o ajudará a encontrar rapidamente o que procura.
  • Roupas como blusas, camisas ou suéteres, deverão ser preferencialmente abertos na parte da frente, para facilitar a colocação ou retirada.
  • Evite roupas com botões, zíperes e presilhas, elas dificultam o trabalho do paciente para abri-los ou fechá-los. Dê preferência às roupas com elástico ou velcro.
  • Em casos de dependência mais severa, pode-se dar preferência aos conjuntos do tipo moletom, em função da sua praticidade.
  • Pacientes limitados às cadeiras de rodas ou poltronas, o critério para a escolha do vestuário é ainda mais rigoroso. Deve-se optar por roupas mais confortáveis, largas, especialmente nos quadris.
  • Na medida do possível, deve-se providenciar um roupão, para que o paciente possa se despir no quarto e, protegido, ser conduzido ao banho.
  • Deve-se evitar o uso de chinelos, pois eles facilitam as quedas.
  • Todos os tipos de sapatos devem ter solados antiderrapantes, os mais indicados são aqueles que possuem elástico na parte superior, pois além de serem fáceis de tirar e colocar, evitam quedas que o paciente tropece e caia, caso o cadarço se desamarre
  • Você está aqui: Página Principal

    Fale Conosco