Menu

Procurando cuidador de idosos em Brasília DF ? Solicite um orçamento sem compromisso

A+ A A-

Os sinais e sintomas nos idosos que o cuidador deve ficar atento

Os sinais e sintomas que o cuidador deve ficar atento no idosoOs sinais e sintomas que o cuidador deve ficar atendo e observar na ocorrência de um deles no idoso, o médico dever ser avisado imediatamente:

Começando pelo pulmão, quando o idoso tiver tosse, chiado ou dor no peito, falta de ar, principalmente com alteração da cor do catarro, ficando amarelo ou esverdeado pode indicar uma pneumonia, ainda mais se vier acompanhado de febre.

Deve-se sempre observar o branco dos olhos do idoso, se ele começar a ficar vermelho com saída de secreção, a conhecida remela, pode indicar uma conjuntivite. 

O cuidador de idosos deve ficar atendo no idoso quando ocorre sangramento na pele, no nariz, na gengiva, após higiene oral, especialmente naqueles idosos que estão tomando medicação anticoagulante, os conhecidos remédios para afinar o sangue, o cuidador deve observar que a pele do idoso pode aparecer manchas vermelhas somente por manipulação, isso porque ela é mais fina, delicada e sensível, propiciando o rompimento de pequenos vasos, o cuidador deve observar alterações da coloração da pele do idoso e o aparecimento de outras lesões como verrugas, pontos drenando pus ou outras secreções também são importantes serem notadas. Na hora do banho é o momento ideal para se verificar esses tipos de alterações.

Quando o idoso sente dor no estomago acompanhado de náuseas, vômitos e soluços podem indicar uma gastrite, o idoso que fica acamado muito tempo, especialmente aqueles com sonda para receber alimentação, eles tem uma tendência maior em desenvolver esse tipo de quadro, ainda mais se estiver tomando acido acetil silícico conhecido como AAS ou aspirina.

Quanto ao intestino, o habito normal de evacuação é diário, mas até dia sim dia não e normal, mas se o idoso ficar mais de 3 dias sem evacuar, o médico deve se avisado.

Diarréia é outro sinal importante que deve ser notado;

Dor na região da bexiga, junto com ardor para urinar mais alteração na cor da urina e com cheiro forte, pode indicar uma infecção urinaria. O volume de urina, a quantidade também é um dado importante que o cuidador deve observar, a sua diminuição pode indicar que o idoso esteja desidratado.

Outra coisa importante a ser notado são os inchaços em qualquer parte do corpo, ou em juntas, articulações, com vermelhidão, calor e dor na mobilização, isso pode indicar um quadro infeccioso.

A febre é um sinal muito importante e fundamental  que na maioria das vezes está relacionada a infecção e uma vez constatada, o médico deve ser avisado o mais breve possível.

O cuidador deve ficar atento a alterações de comportando do idoso, tais como sonolência, excesso de tristeza, deixar de conversar, deixar de se alimentar, ficar agressivo, isso é muito importante ser notado e o médico avisado imediatamente.

Convulsões, perda de consciência, diminuição do nível de consciência, deve ser notado e o médico avisado.

Ocorrendo paralisia, ou fraqueza em um membro, ou seja, em um braço ou na perna somente de um lado, acompanhado de dificuldade de deglutir (engolir), alteração na fala e sonolência, isso pode significar um derrame e o médico dever ser avisado imediatamente.

É importante notar também diferenças de temperatura entre um membro e outro, pois pode ser um indicativo de infecção, deve-se procurar evitar também o contato do idoso com outras pessoas doentes, principalmente com infecções de vias respiratórias.

O aumento da temperatura é um sinal de anormalidade, o cuidador deve verificar diariamente a temperatura do idoso, para verificar a temperatura coloque o termômetro em baixo da axila, não esqueça de baixar a coluna de mercúrio, se a temperatura estiver maior ou igual a 37,8º   faça contato com a equipe que o atende e ofereça a medicação prescrita pelo médico.

Mídia

voltar ao topo