Menu

Procurando cuidador de idosos em Brasília DF ? Solicite um orçamento sem compromisso

Cuidados nos aspectos psicológicos do idoso

    O Cuidador de Idosos está exercendo a função de facilitador de uma etapa no caminho do viver de um ser humano. Muitas vezes o idoso está vivenciando: A impotência; A dependência; A depressão: as vezes causada por morte do cônjuge, aposentadoria, limitações, reação a medicação, etc; A ansiedade frente a patologia, o medo, etc. O idoso pode emitir comportamentos como: Chamar pelo cuidador várias vezes; Ser teimoso, contrariando as orientações do cuidador; Ficar inativo e ou agressivo; Ter insônia; Não ter controle dos esfíncteres; Ter coordenação motora inadequada (derrubar objetos, comida, etc.); Perda de memória; Perda de orientação espacial; Diante desses quadros Procure deixar o idoso sempre ocupado: Assistir à TV; Ler jornais, livros (caso não possa fazê-lo, faça por…

    A medicação do idoso, medidas importantes

      Pacientes idosos usam, em média, 3 a 4 tipos diferentes de medicamentos ao dia, em horários variados. Quanto maior o número de medicamentos usados, maior a chance de erro de dose, de horário e de troca de medicação, tanto por parte do idoso, como por parte do cuidador, geralmente já sobrecarregado com suas múltiplas tarefas. Para evitar problemas maiores, e considerando que o uso correto da medicação é fundamental para o bom andamento dos cuidados. Algumas medidas importantes: Coloque os medicamentos em uma caixa com tampa (plástica ou papelão), ou vidro com tampa, tomando o cuidado de usar caixas diferentes para medicamentos dados pela boca, para material de curativo, material e medicamentos para inalação. Além de ser mais higiênico, é…

      Cuidando do idoso com dificuldades de memória

        Pessoas com dificuldades de memória encontram uma série de problemas no dia-a-dia, causando estresse para o paciente e familiares. Todos nós já tivemos lapsos de memória ocasionalmente, e isto acontece com mais freqüência quando nos tornamos mais velhos. Quando estamos sob pressão ou tentando fazer muitas coisas ao mesmo tempo, é mais difícil nos concentrarmos, e então começamos a esquecer coisas ou confundi-las. Nossa memória pode ficar pior se nós não estamos nos sentindo bem ou mesmo cansados após um longo dia. Esses tipos de variações são perfeitamente normais. Problemas severos de memória são muito mais óbvios e persistentes. Eles podem resultar de várias causas, por exemplo: Traumatismos cranianos ou outros tipos de trauma no cérebro; Condições clínicas como a…

        A comunicação com o idoso com demência

          O Esquecimento para saber os nomes das pessoas, de coisas e das situações, confundir e trocar palavras. Algumas mudanças que o cuidador pode notar na comunicação do idoso com demência: Dificuldade de achar uma palavra e, no lugar, dizer uma palavra relacionada. Ex.: em vez de dizer caneta, diz ”aquela coisa de escrever”. O idoso pode não entender o que você está falando, ou só entender parte da frase. Pode até falar fluentemente, mas sem nexo e sentido. Pode apresentar dificuldade de escrever, e de entender o que está escrito. Pode não ter condições de conversar normalmente. Pode ignorar as pessoas, parar a conversa no meio, falar sozinho. Pode ter dificuldade de expressar suas emoções: sorrir quando sente dor; ficar…

          A comunicação com o idoso que sofreu um derrame

            Quando os músculos do rosto são prejudicados com o derrame, o doente pode ter dificuldade ao falar, tornando difícil o entendimento do que ele diz. Isso não quer dizer que ele não entenda o que você diz. Para entender melhor o que ele quer falar, se puder, peça para ele escrever, assim não ficará irritado e você poderá entender melhor sua necessidade. Se ele não puder escrever, faça perguntas que ele possa responder com sinais, fazendo sim ou não com a cabeça, combine os sinais com ele. Ao falar com o paciente não deixe que nada o distraia, pois, concentrando a atenção, você poderá entendê-lo com maior facilidade. Ao fazer coisas com e para o paciente, ir dando nome a…

            Cuidando e protegendo o idoso desorientado e confuso

              Pacientes confusos, vagantes, com limitações motoras,desorientados no tempo e no espaço, necessitam de supervisão constante em algumas medidas, que previnam a ocorrência de acidentes, tanto domésticos quanto em ambientes externos devem ser adotadas. Desta forma adaptar o ambiente tornando-o mais seguro é muito importante. Adotar medidas preventivas ainda é a maneira mais eficaz de se promover a segurança do paciente. Inicialmente analise cada cômodo da casa, a fim de eliminar riscos potenciais de acidentes. A cozinha e o banheiro são freqüentemente os dois ambientes mais perigosos. Embora as adaptações sejam necessárias, não devem descaracterizar totalmente o ambiente familiar ao paciente e pelo qual ele tem apreço. Assim, móveis e objetos familiares a ele devem ser mantidos no mesmo lugar. Todos…

              A roupa adequada para o idoso

                Manter um vestuário simples e confortável, criando sempre que possível a oportunidade de escolha pelo próprio paciente é de fundamental importância; essa rotina permite a preservação da personalidade elevando a auto-estima e a independência. Estimular a independência é fundamental. As roupas devem ser simples, confeccionadas com tecidos próprios ao clima. O paciente pode ter perdido a capacidade de expressar sensações de frio ou calor, dessa forma, nunca esquecer de tirar ou colocar agasalhos, conforme a variação da temperatura. Deve-se estimular o ato de vestir-se sozinho, dando instruções com palavras fáceis de serem entendidas. Dê a ele a oportunidade de optar pelo tipo de vestuário e as cores que mais lhe agradem. Apenas supervisione, pois pode ser que haja necessidade de…

                Adequação do ambiente para idosos

                  Essas adaptações são importantes para facilitar a autonomia do paciente idoso e para a prevenção de quedas, já que as quedas acarretam conseqüências graves, incluindo fraturas, cirurgias e imobilidade, podendo chegar inclusive à morte. As adaptações são importantíssimas nos casos de Doença de Alzheimer, pois esses pacientes são mais vulneráveis a acidentes domésticos e às quedas. Abaixo são citados exemplos de adaptações: O piso não deve ser escorregadio. Cadeiras, camas e poltronas devem ser mais altas facilitando o acesso. Você pode improvisar com tijolos ou blocos de madeira, ou adquirir "levantadores de cama e cadeiras" em lojas especializadas. Muito cuidado com as cadeiras de plástico, pois podem escorregar e provocar quedas. As camas não devem ser posicionadas embaixo das janelas…

                  A Atenção ao idoso acamado

                    Posicionamento no leito O paciente acamado precisa de muita atenção. É importante alterar o posicionamento no leito ou na cadeira de rodas periodicamente evitando assim, o surgimento de úlceras de decúbito (escaras) Particularmente, no paciente que sofreu um Acidente Vascular Cerebral (derrame), é importante que ele fique bem posicionado e que esteja confortável Posicionamento no decúbito dorsal (barriga para cima). O braço comprometido deve estar sempre estendido e apoiado em um travesseiro. A perna lesada deve ter embaixo do joelho um travesseiro, favorecendo uma flexão discreta; impedindo que todo o membro inferior fique rígido em extensão. Nos casos em que a perna toda está rodada para fora (rotação externa) coloque um apoio deixando-a reta em posição neutra. Acomodação do paciente…

                    Cuidados na saúde bucal do idoso

                      A higiene oral é um hábito saudável e agradável que deve ser mantido ao longo de toda a vida. Alterações da mucosa oral, perda de dentes, próteses mal ajustadas, gengivites (inflamação das gengivas), diminuição do fluxo salivar, são fatores que podem ocasionar infecções na cavidade oral A Diminuição das papilas salivares alteram o paladar e diminuem a salivação. deve-se oferecer bastante água durante todo o dia para o idoso, evitando a desidratação e mantendo a boca sempre úmida, diminuindo assim o aumento na concentração de bactérias que se instalam na boca do idoso Para o idoso totalmente dependente, que não consegue realizar a higienização bucal, o cuidador pode utilizar abridores de boca para facilitar a limpeza, como por exemplo, o…

                      As alterações comuns no processo de envelhecimento

                        O envelhecimento é uma parte importante de todas as sociedades humanas, refletindo as mudanças biológicas, mas também as convenções sociais e culturais, envelhecer diz respeito as perdas das funções normais que ocorrem com o passar dos anos. Estas perdas de funções começam a ficar mais evidentes após os 60 anos Envelhecer é diferente de adoecer. O envelhecimento “normal” (senescência), inclui eventos “normais”/naturais que ocorrem através do tempo e que levam a um declínio funcional, aumentando nossa vulnerabilidade e a probabilidade de ficarmos doentes. A senescência tem características particulares, e mesmo entre indivíduos da mesma idade pode haver grandes diferenças nas reservas funcionais: há idosos bem dispostos e em boas condições de saúde; há também idosos cansados e com muitos problemas…

                        A importância dos aspectos familiare e sociais no cuidado ao idoso

                          A importância dos aspectos familiares,aspectos sociais no cuidado ao idoso é extremamente importante. A família funciona como uma rede informal de prestação de cuidados ao idoso e a casa é o principal lugar para sua permanência, embora existam asilos ou casas de repouso para idosos, é importante que todos os membros da família se revesem na prestação dos cuidados do idoso evitando a sobrecarga de uma única pessoa. Além da família você pode acrescentar mais pessoas na sua rede de ajuda, como um profissional cuidador capacitado para tal fim, um vizinho, amigos, pessoas da igreja, associações e outros. Na medida do possível integre o idoso no convívio familiar e social, crie condições para que ele participe dos acontecimentos familiares evitando…

                          A importância da atenção aos aspectos psicológicos do idoso

                            A importância da atenção aos aspectos psicológicos ao idoso na assistência domiciliar. A situação de adoecimento de um familiar ou pessoa querida pode ser um momento muito delicado para a família, muitas vezes a pessoa que está doente desempenhava um papel ativo na família, trabalhando, prestando apoio emocional e financeiro para todos e de repente de uma hora para outra tudo isso pode mudar, quem era cuidado agora passa a cuidar. É normal o familiar se sentir preocupada e triste, apresentando certa ansiedade se perguntando se serão ou não capaz de cuidar da pessoa que tanto amam e é normal também que o idoso a princípio apresente-se triste, temeroso, evitando conversar, procurando até mesmo manter-se isolado, entretanto, é esperado que…

                            O banho, higiene e conforto do idoso

                              O cuidador necessita de alguém para ajudá-lo, quer no cuidado ao idoso ou na limpeza da casa, organizando o ambiente, as roupas as compras que também são necessidades de toda a família. O Cuidador de Idosos deve ter seus momentos de lazer, auto-cuidado e descanso, pois cuidar do idoso em casa às vezes não e fácil e pode tornar-se estressante se ela não estiver bem, a lavagem das mãos e muito importante, pois tem o objetivo de prevenir infecções no idoso, e das pessoas que o atendem, portanto todos os cuidadores do idoso e os familiares devem realizá-la antes e depois de qualquer cuidado realizado com o idoso.

                              Os cuidados necessários quando se esta cuidando do idoso em casa

                                Ter um idoso doente em casa que acabou de sair do hospital ou que já esteja em casa há tempos é uma situação delicada e muitas vezes inesperada que requer mudanças na rotina da família. Temos como objetivo principal orientar e esclarecer dúvidas para facilitar a vida dos cuidadores no seu dia a dia. Para o idoso com uma doença crônica, assim como para seus familiares é importante que se conheça os cuidados necessários. E como realizá-los de forma que leve uma vida de máximo bem estar dentro de suas limitações, a participação da família no cuidado do idoso é muito importante para o sucesso do tratamento, a adoção de estilo de vida mais saudáveis e a busca de soluções…

                                Medidas para se ter uma boa comunicação com os idosos

                                  Quando conversamos com um idoso que já apresenta dificuldade de comunicação podemos tomar algumas medidas para maximizar tal função. Os momentos de comunicação devem ocorrer em ambientes calmos, iluminados e com o mínimo de ruídos, pois a presença de sons competidores irá dificultar a escuta e a compreensão do idoso , para garantir a atenção do mesmo enquanto falamos podemos usar sinais de alerta como o toque ou chamá-lo pelo nome, ao falar devemos nos posicionar de frente permitindo que o idoso veja as expressões faciais, os movimentos labiais e os gestos que realizamos para auxiliar a compreensão do idoso. Devemos usar frases curtas simplificadas e falar de forma clara e objetiva, se necessário devemos repetir a informação, falando de…

                                  Adequação e adaptação da casa do idoso

                                    Adequação da casa e adaptação de alguns utensílios para ajudar o idoso a se tornar mais independente nas suas tarefas do dia a dia e também algumas situações para facilitar a atuação do cuidador Para obter maiores detalhes sobre adequação ambiental procure informações sobre a associação brasileira de normas técnicas ou procure um terapeuta ocupacional Podemos aproveitar algumas atividades da rotina doméstica ou do seu interesse pessoal para estimular a sensibilidade, a coordenação motora e visual, o equilíbrio entre outros. É ideal que os cômodos sejam claros, limpos e agradáveis com iluminação e ventilação adequada e sem barulho. A escolha do quarto do idoso deve ser feita pensando na sua segurança, bem estar e também no acesso para facilitar que…

                                    Os tipos de doenças mais comuns nos idosos

                                      Na maioria das vezes, as doenças mais comuns entre os idosos podem ser bem controlados e muitas vezes podem ser prevenidos através de uma melhoria no estilo de vida. Dentre as doenças comuns no idoso podemos citar: Parkinson: a doença de Parkinson é causada pela falta de uma substância no cérebro chamada dopamina, a causa dessa alteração é desconhecida, e na maioria das vezes acomete mais as pessoas após os cinqüenta anos de idade, em geral a evolução é bastante lenta e se inicia com tremor principalmente nas mãos e que pode progredir depois para a boca. Outro sintoma é uma rigidez global ou que dificulta o inicio dos movimentos e o equilíbrio, favorecendo, portanto a ocorrência de quedas. A…

                                      Os cuidados que o cuidador deve ter na medicação do idoso

                                        O remédio e muito importante para o tratamento do idoso, mas é preciso utilizá-lo corretamente, por isso o cuidador do idoso deve perguntar ao médico ou farmacêutico, o nome dos medicamentos indicados e como devem ser tomados e por quanto tempo, quais alimentos, bebidas ou atividades que devem ser evitados durante o tratamento. O cuidador deve avisar ao médico se o idoso apresentar alguma alergia ou reação diferente a qualquer remédio e as dificuldades encontradas para obter ou comprar. Deve relatar também caso obtenha dificuldades para preparar e dar o remédio ao idoso, ou se este não aceitou, não tenha receio de perguntar, o cuidador do idoso tem o direito de saber e os profissionais de saúde o dever de…

                                        Medidas preventivas de complicações que podem ocorrer com o idoso

                                          Como prevenir algumas complicações que podem ocorrer com o idoso com alguma incapacidade. O banho de sol é importante, porém providencie local e equipamento adequados e seguros, cadeira, poltrona chapéu ou boné. Ele auxilia no tratamento de ferida da pele aumenta a resistência participa na calcificação dos ossos, porem deve-se tomar alguns cuidados, usar protetor solar, e observar horários mais saudáveis, até as 10 horas da manhã e depois de quatro horas da tarde, por aproximadamente 15 minutos ao dia, mantendo roupas confortáveis. Os idosos acamados que não se movimentam sozinhos no leito tem mais possibilidades de desenvolverem as feridas, que são chamadas úlceras por pressão. As úlceras por pressão também chamadas de escaras são áreas de tecidos moles necrosados…

                                          Mobilidade, posicionamento e transferência do idoso

                                            Os idosos que apresentam dificuldade de movimentação e são acamados, devem ser posicionados de forma confortável e de maneira a evitar deformidades. Quando o idoso estiver deitado de barriga par acima, observe se ele está reto, os braços do lado do corpo, as mãos apoiadas no colchão e aberta, faça um rolinho com um lençol ou uma toalha e coloque embaixo do joelho, uma proteção para o calcanhar que não faça ferida, e uma proteção para o pé para que ele não fique caído. Mudança de decúbito: sempre que o idoso conseguir peça ajuda, pois assim você estimulará a sua independência e ele se sentirá mais útil, para mudar o idoso de posição, comesse pedindo para que ele dobre os…

                                            Os sinais e sintomas nos idosos que o cuidador deve ficar atento

                                              Os sinais e sintomas que o cuidador deve ficar atendo e observar na ocorrência de um deles no idoso, o médico dever ser avisado imediatamente: Começando pelo pulmão, quando o idoso tiver tosse, chiado ou dor no peito, falta de ar, principalmente com alteração da cor do catarro, ficando amarelo ou esverdeado pode indicar uma pneumonia, ainda mais se vier acompanhado de febre. Deve-se sempre observar o branco dos olhos do idoso, se ele começar a ficar vermelho com saída de secreção, a conhecida remela, pode indicar uma conjuntivite. O cuidador de idosos deve ficar atendo no idoso quando ocorre sangramento na pele, no nariz, na gengiva, após higiene oral, especialmente naqueles idosos que estão tomando medicação anticoagulante, os conhecidos…